COMPARTILHAR

O hábito de usar apps e sites móveis para realizar compras remotas, o chamado comércio móvel ou m-commerce, continua ganhando força no Brasil.

Em 2021 91% dos brasileiros com smartphone já experimentaram comprar através do aparelho, informa a nova pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box sobre comércio e pagamentos móveis.

Neste grupo, chamado de “consumidores móveis”, 86% fizeram pelo menos uma compra através de app ou site móvel nos últimos 30 dias, o que representa um ganho de 5 pontos percentuais em comparação com a pesquisa anterior, publicada em abril.

Avanço do m-commerce no Brasil

Além disso, 83% dos consumidores móveis afirmam que atualmente fazem mais compras pelo celular do que seis meses atrás. E 80% deles declaram que compram mais pelo smartphone que pelo desktop. O avanço do m-commerce pode ser explicado pela boa experiência do usuário: 91% dos consumidores móveis dão notas 4 ou 5, em uma escala de 1 a 5, para medir a sua satisfação com o serviço.

Compras no m-commerce são maiores nas classes A e B

Segundo a pesquisa é a elite quem puxa o hábito do comércio móvel no Brasil. Nas classes A e B, 35% dos consumidores móveis costumam realizar pelo menos uma compra por semana via app ou site móvel, contra 20% nas classes C, D e E.

Cashback caiu no gosto do brasileiro

O cashback continua sendo a característica mais valorizada pelos brasileiros em apps de m-commerce, citado por 50% dos consumidores móveis. Em segundo lugar vem a entrega no mesmo dia, apontada por 42% – foi a primeira vez que essa opção foi incluída na lista da pesquisa, cabe ressaltar. Era permitido marcar até três características/funcionalidades preferidas.

Cartão de crédito é o meio de pagamento preferido

Quanto ao meio de pagamento favorito para compras no celular, foi observado um aumento do cartão de crédito, que passou de 62% para 66%, ampliando a sua liderança.

Isso é um reflexo da maior oferta e facilidade de emissão de cartão de crédito no Brasil. Outro meio de pagamento que ganhou popularidade no m-commerce foi o Pix, passando de 8% para 11%.

Por sua vez, boleto bancário e carteiras digitais apresentam tendência de queda nos últimos seis meses.

Ifood é o aplicativo mais frequentemente usado pelos brasileiros

Entre os aplicativos usados com mais frequência no m-commerce brasileiro os três primeiros colocados continuam os mesmos: iFood, Mercado Livre e Americanas.

Shopee cresce no Brasil

Vale destacar também a ascensão meteórica do Shopee. Em apenas seis meses, esse aplicativo ganhou 9 pontos percentuais, subindo de 18% para 27%, encostando nos três primeiros do ranking.

Análise do especialista

Para o especialista em Marketing Digital César Marcondes, o crescimento do m-commerce mostra o quanto as empresas tem investido em aplicativos e numa boa experiência ao usuário para realizar a compra. Além disso, a Pandemia ajudou no crescimento explica.

“Com a necessidade de muitas empresas adotarem o Digital para venderem ou receberem pedidos com a Pandemia, o m-commerce cresceu muito no Brasil e caiu no gosto das pessoas por oferecer essa facilidade. O empresário que não adotou ainda estes meios como WhatsApp, marketplace, cardápio digital e outras ferramentas deve ficar atento e agir para não ficar para trás” diz Marcondes, especialista em Marketing Digital desde 2012 a frente da agência Otimize e da franquia Distrito Digital.

Sobre a pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box sobre comércio e pagamentos móveis

A pesquisa entrevistou 2.100 brasileiros que possuem smartphone, entre os dias 4 e 16 de agosto. A margem de erro da pesquisa é de 2,1 pontos percentuais e o grau de confiança é de 95%. O relatório integral pode ser baixado no site.

Fonte: Mobile Time

Facebook Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here