COMPARTILHAR

Cada vez mais distante das empresas, principalmente das startups, a prospecção de clientes por meio de ligações que permitem entender e qualificar contatos e coletar dados estratégicos para os negócios estão cada vez mais raras.

Talvez esse não seja o cenário ideal. Acredito muito no poder da ligação fria ou como alguns “experts de vendas” chamam “cold call”.

Ontem dia 19 de agosto de 2020, por volta das 10 horas da manhã, ligaram no meu escritório oferecendo um sistema para controle financeiro e emissão de boletos. O meu analista comercial, educadamente, orientou a pessoa ligar no meu celular, pois eu estava participando de um curso on-line e não podia atender.

Em menos de 1 minuto, a pessoa me ligou no celular, eu expliquei o motivo de não poder atende-la. Rapidamente me falou dos benefícios da ferramenta e já me enviou no WhatsApp o link para que eu pudesse fazer um teste.

Enfim, se não fosse essa ligação dela, jamais eu teria conhecido a ferramenta. Ainda não sei se me tornarei um cliente, mas com certeza lembrarei da marca quando precisar. Então, não tenha medo e nem vergonha, se for necessário para seu negócio, pegue o telefone e ligue.

Há pessoas do outro lado da linha ávidas por uma solução.

Adotamos essa estratégia na solução de mini sites do Distrito Digital, onde enviamos o link para a pessoa conhecer. Sempre que você envia algo sólido, no papel, que possui uma embalagem, o cliente se encanta!

E você, o que acha dessa estratégia?

Artigo escrito pelo empresário César Marcondes, proprietário da Agência Otimize e da franquia Distrito Digital.

Marcondes é formado em Engenharia de Computação e especialista em Marketing Digital desde 2012, onde já criou e gerenciou mais de 550 campanhas durante o período.

Facebook Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here