COMPARTILHAR

A empresa de meios de pagamento Stone anunciou nesta terça-feira (12) a demissão de 20% de seu quadro de funcionários. O montante representa 1.300 pessoas, que serão informadas individualmente.

Os colaboradores ficaram sabendo que os cortes ocorreriam em videoconferência interna nesta manhã com o presidente Tiago Piau. Eles têm relação com a crise desencadeada pela pandemia da Covid-19.

“A decisão sobre quem deixará a companhia foi tomada com calma e com base nos pilares que ancoram a cultura da Stone: meritocracia, busca pela excelência e carinho pelas pessoas. Vamos preservar aqueles com melhor desempenho em cada área, consolidar estruturas e melhorar processos. Para quem está saindo, vamos oferecer todo o apoio e cuidado”, disse Piau em posicionamento enviado ao InfoMoney.

O executivo afirma que se orgulha da estratégia de manter todo o relacionamento com o cliente dentro do quadro de funcionários, mas que uma “reviravolta abrupta como essa” coloca essa decisão “em xeque”. Outras decisões prejudicadas, de acordo com ele, são ter “sempre mais gente do que o necessário para a companhia funcionar”, antecipar despesas e investir na formação das pessoas.

“Porém, em um contexto de grande queda das vendas do varejo, vivenciando o que claramente é a maior crise da história da economia recente, essas duas estratégias contribuíram para um descasamento entre investimentos e receitas em nossa companhia”, escreveu Piau.

O plano de saúde dos funcionários demitidos será mantido por quatro meses, o vale alimentação seguirá sendo depositado “pelos próximos meses”, de acordo com a carta, e a empresa oferecerá “apoio recolocação”, oferecendo computadores,c celulares e licenças de LinkedIn aos demitidos, e apoio financeiro proporcional ao período de casa. “É a maneira de agradecer àqueles que dedicaram tempo de suas vidas à construção da empresa”, diz o comunicado.

Listada em Nova York, a ação da Stone caiu 3,45% na segunda-feira e é negociada com queda de 0,41% no premarket desta manhã. A empresa reportará o balanço financeiro do primeiro trimestre em 26 de maio.

A Stone disse em nota querer que cada uma das pessoas e suas famílias estejam amparada e por isso vão oferecer um pacote que inclui:

– Apoio Saúde: manteremos o plano de saúde por quatro meses adicionais, garantindo que o bem-estar das pessoas e de suas famílias esteja resguardado durante a crise.
– Apoio Alimentação: faremos depósitos no vale alimentação e vale refeição pelos próximos meses.
– Apoio Recolocação: doaremos para a maior parte do time os computadores e celulares corporativos para que possam usar como ferramenta ao buscar uma recolocação e também ofereceremos licenças de LinkedIn Premium por dois meses para facilitar a busca das pessoas por oportunidades em outras empresas.
– Apoio Financeiro: será proporcional ao tempo em que estiveram conosco. É a maneira de agradecer àqueles que dedicaram tempo de suas vidas à construção da empresa.

Fonte: Infomoney

Facebook Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here