COMPARTILHAR

Um termo na arquitetura vem ganhando força e destaque, é a biofilia, que vem do grego bios (vida) e philia, (amor), ou seja, propõe incorporar a natureza dentro de espaços construídos pelo homem. Mais do que uma concepção paisagística de jardins e parques urbanos, a arquitetura biofílica foca na integração entre as áreas verdes e o ambiente construído.

Estudos comprovam que essa conexão traz muitos benefícios, principalmente em ambientes corporativos. Segundo o relatório Human Spaces no Impacto Global de Design Biofílico no Local de Trabalho, ambientes com essa conexão agregam até 15% na sensação de bem-estar, 6% na produtividade e até 15% na criatividade, comparando-se à ambientes sem esses elementos.

Rio Preto – Em ambientes hospitalares, essa sinergia colabora principalmente na recuperação de pacientes. É o caso, por exemplo, de um novo centro de saúde, que já está sendo construído na zona sul de Rio Preto, tendo como premissa, essa tendência arquitetônica.

Segundo Daniel Ribeiro, arquiteto responsável pelo projeto, o partido arquitetônico do empreendimento nasceu do objetivo de gerar a sensação de conforto e bem estar entre pacientes e colaboradores, além de considerar a quebra da impessoalidade causada por grande parte dos complexos médicos existentes. Essas diretrizes convergiram à biofilia, com isto, o projeto de paisagismo também foi desenvolvido para promover esta conexão entre ambiente artificial e o natural, por meio de vegetações e espelho d’agua.

“Ao adentrar no centro clínico, o cliente depara com uma espécie de boulevard interno, ideia que se baseou na biofilia. Trazendo para dentro do complexo a conexão com a natureza por meio do paisagismo projetado em seu eixo, gerando ganho de escala e conectando os pavimentos com vazios entre o térreo e o primeiro andar”, explica o arquiteto.

No complexo de quase 12 mil m², serão mais de 30 consultórios, além de salas para atendimento em diversas especialidades. Uma estrutura foi prevista pensando exclusivamente nos colaboradores. Esta área possui espaços de treinamento, alimentação, horta, vestiários, e salas de descanso e descompressão para a equipe, além de um bicicletário, que busca incentivar a equipe a ter uma vida mais saudável por meio de prática de atividade física.

As obras do empreendimento já foram iniciadas e têm previsão de término para o segundo semestre de 2020.

Facebook Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here